1

Cuidados com as roupas íntimas

A higiene íntima deve ser observada com muita atenção.

Para se proteger de qualquer tipo de infecção, devemos começar a nos preocupar com os cuidados das roupas íntimas.

Será que pode lavar a calcinha no chuveiro? Ou será que pode colocar as lingeries na maquina de lavar? Pode passar ferro quente? E amaciante? Essas são algumas dúvidas que possuímos e nem sempre damos atenção que merecem.

A lavagem mal feita da calcinha, por exemplo, pode causar o aparecimento de fungos e bactérias, que elevam as chances de provocar infecções vaginais e corrimentos.

Hora de lavar!

As calcinhas podem ser lavadas no chuveiro, já que é indicado lavá-las com água morna. Entretanto, só serve de apoio para uma pré-higienização, já que a lavagem convencional deve ser feita novamente antes que as peças sejam colocadas para secar.

Devem ser lavadas com sabões específicos, como Higicalçinha, Sabão de coco, entre outros. O sabão em pó ou o amaciante, também não representam uma ameaça às peças, "Mas, diante de qualquer problema, é preciso consultar um especialista", explica a ginecologista, Rosa Maria Neme. 

Não é recomendado lavar as roupas íntimas na maquina de lavar. As peças requerem cuidados especiais e não devem ser misturados com outras peças de roupas ao lavar. 
Lembre-se que a mesma máquina que lava roupas, também lavará panos de prato, toalhas de banho e rosto.

No caso de deixar as peças de molho, o tempo ideal é de uma hora ou dependendo do grau de sujeira, molho da noite para o dia. As peças íntimas de algodão não devem ser misturadas com as de lycra, já q a mesma sofre agressão do algodão, se misturadas. O mesmo serve para peças brancas com coloridas.
Hora de secar!

O calor do sol pode desbotar a peça, por isso seque-as na sombra. O sol também pode deformar as peças de renda ou de lycra.

Não se deve torcer as roupas, apenas uma espremida para retirar o excesso de água, ou as enrolar em uma toalha e apertar para apressar a secagem.

Recomenda-se passar o ferro quente nas roupas íntimas, mas apenas na parte de algodão, que merece mais cuidado, já que este é o único modo para matar os germes que ainda sobrevivem após o processo de lavagem e secagem. "O maior aliado para evitar a proliferação de fungos e bactérias é o ferro de passar. A temperatura alta ajuda a eliminar esses micro-organismos", alerta a ginecologista.

Hora de guardar!

Na hora de organizar as peças, cada um guarda da forma que achar mais correta. Uma dica é guardá-las na gaveta com saches perfumados ou sabonetes de sua preferência.

Deixe as peças íntimas juntas em uma gaveta separadas de outras roupas. 
A roupa íntima é nova?

As roupas íntimas recém compradas devem ser lavadas antes do uso! A ginecologista explica, "A peça pode ter sido experimentada por várias pessoas e, assim, transmitir doenças e até mesmo o vírus do HPV, que pode levar ao câncer de colo do útero".

Emprestar peças íntimas de amigas ou familiares também não deve ser feito, a modo de evitar contaminações. 

1 comentários:

  1. Como Blogueira, Parceira e Biologa adorei o poster.! http://commaosdeseda.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...